Carregando ...
Visualização do Trabalho Acadêmico
Repositório Institucional - UECE
Título:
REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DE ACOMPANHANTES SOBRE ISOLAMENTO DE CONTATO

Autor(es):
MESQUITA, KARLA CAVALCANTE

Palavras Chaves:
Não informado

Ano de Publicação:
2019

Resumo:
O isolamento de contato é conteúdo de extrema importância para a construção do
presente estudo, por ser considerado um dos modos de transmissão mais frequente.
Nesse sentido, a situação das IRAS está sendo investigada à luz da Teoria das
Representações Sociais por pesquisadores de todo o mundo, fazendo com que esse
trabalho parta da seguinte questão problema: “Quais as representações sociais dos
acompanhantes de pacientes sobre isolamento de contato em ambiente hospitalar?”.
Tendo como objetivo geral apreender as representações sociais dos acompanhantes
de pacientes sobre isolamento de contato em ambiente hospitalar. Quando
observamos sobre a ótica das produções nas áreas da educação e da saúde, a TRS
está sendo utilizada como apoio para entendimento da relação existente entre o
idealizar e o fazer dos grupos sociais, no intuito de possibilitar sua análise e, por
conseguinte intervir nas atitudes individuais e coletivas. Com base na metodologia,
essa pesquisa realizou o tratamento dos dados através da análise estrutural, com o
programa openEVOC, que fornece como um de seus resultados o quadro de quatro
casas ou quadrantes. O NC foi o cerne da pesquisa, pois este é o principal relacionado
a memória coletiva oferecendo significado, densidade e permanência à representação
sendo, portanto, estável e resistente a mudanças. Estudo descritivo, com abordagem
multimétodo, tendo como eixo teórico a TRS, pertinente ao objeto de estudo:
representações sociais dos acompanhantes hospitalares sobre o isolamento de
contato. Após a aprovação sob parecer nº 2.769.952, no comite de ética e pesquisa
da Universidade Estadual do Ceará, sendo um corte da pesquisa de uma pesquisa de
doutorado. A coleta foi realizada, entre os meses de maio e agosto de 2019, no
município de Fortaleza- CE, no hospital São José de Doenças Infecciosas e Hospital
Universitário Walter Cantidio, a amostra foi constituída por 57 acompanhantes. Como
estratégia de coleta de dados, foi aplicado primeiramente um questionário para
identificação sociodemográfica, e em seguida um questionário para a técnica de
Associação Livre de Palavras. Dos 57 participantes, sua maioria era composta por
pessoas com idade entre 30 a 39 anos (35,1%), a amostra foi composta por 71,9%
dos participantes do sexo feminino e 28,1% do sexo masculino. Os elementos centrais
retrataram o significado do isolamento de contato marcado pela perspectiva da
contaminação, como cuidado, toque, microrganismos, isolamento e distância. Quanto
aos aspectos referentes às orientações hospitalares: higiene, orientações, atenção e
prevenção. Surge, então, uma tríade representativa do isolamento de contato em que
os termos cuidado, toque e distância estão conectados no pensamento social com
maior ênfase, mas todos os elementos evocados se relacionam entre si. O estudo das
representações sociais deste grupo populacional, permitiu aproximar a compreensão
sobre o isolamento de contato e a realidade hospitalar em que esse grupo tão
importante está inserido dentro do processo de cuidar. É importante enfatizar a intensa
influência do senso comum, quando compartilhado nas relações sociais em que a
população estabeleceu ao longo do processo de hospitalização. Como foi possível
constatar pelo núcleo central, os acompanhantes demonstraram através das
evocações, que realmente compreenderam o problema em questão e definiram os
elementos envolvidos diretamente ao isolamento de contato. O presente estudo é
pioneiro na investigação do isolamento de contato, no Brasil, visto que nenhuma
publicação foi localizada em meio digital sobre o assunto. É considerado que os
resultados dessa pesquisa possam instigar outros pesquisadores a realizarem outras
pesquisas com acompanhantes de pacientes em isolamento de contato.
Palavras-chave: Controle de infecções. Isolamento de Pacientes. Psicologia Social.
Enfermagem.

Abstract:
Contact isolation is an extremely important content for the construction of the present
study, as it is considered one of the most frequent modes of transmission. In this sense,
the situation of HAI is being investigated in the light of the Theory of Social
Representations by researchers from around the world, leading this work to start from
the following problem question: “What are the social representations of patient
companions about contact isolation in the environment? hospital? With the general
objective of apprehending the social representations of the companions of patients
about contact isolation in a hospital environment. When we look at the perspective of
productions in the areas of education and health, the SRT is being used to support the
understanding of the relationship between the idealization and the doing of social
groups, in order to enable their analysis and therefore intervene in attitudes. individual
and collective. Based on the methodology, this research carried out the treatment of
the data through the structural analysis, with the openEVOC program, which provides
as one of its results the table of four squares or quadrants. The NC was the core of the
research, since this is the main one related to collective memory offering meaning,
density and permanence to the representation, being therefore stable and resistant to
change. This is a descriptive study with a multimethod approach, based on the SRT,
relevant to the object of study: social representations of hospital companions about
contact isolation. After approval under opinion No. 2,769,952, at the Ethics and
Research Committee of the State University of Ceará, being a cut of the research of a
doctoral research. The collection was performed between May and August 2019, in
the city of Fortaleza-CE, the Hospital São José de Doenças Infecciosas and the
Hospital Univsersitário Walter Cantidio, the sample consisted of 57 companions. As a
data collection strategy, a questionnaire for sociodemographic identification was first
applied, followed by a questionnaire for the Free Word Association technique. Of the
57 participants, most were 30-39 years old (35.1%), the sample was 71.9% female and
28.1% male. The central elements portrayed the meaning of contact isolation marked
by the perspective of contamination, such as care, touch, microorganisms, isolation
and distance. Regarding aspects related to hospital guidelines: hygiene, guidelines,
attention and prevention. Thus arises a representative triad of contact isolation in which
the terms care, touch, and distance are more strongly connected in social thinking, but
all the elements evoked relate to each other. The study of the social representations
of this population group allowed us to approach the understanding of contact isolation
and the hospital reality in which this important group is inserted within the care process.
It is important to emphasize the intense influence of common sense when shared in
the social relationships in which the population established throughout the
hospitalization process. As can be seen from the central core, the companions
demonstrated through evocations that they really understood the problem at hand and
defined the elements directly involved in contact isolation. This study is a pioneer in
the investigation of contact isolation in Brazil, since no publications were digitally
published on the subject. It is considered that the results of this research may prompt
other researchers to conduct further research with caregivers of patients in contact
isolation.
Keywords: Infection Control. Patient Isolation. Psychology. Social. Nursing.

Tipo do Trabalho:
TCC

Referência:
MESQUITA, KARLA CAVALCANTE. REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DE ACOMPANHANTES SOBRE ISOLAMENTO DE CONTATO. 2019. 61 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em 2019) – Universidade Estadual do Ceará, , 2019. Disponível em: Acesso em: 11 de julho de 2020

Universidade Estadual do Ceará - UECE | Departamento de Informática - DI
Política de Privacidade e Segurança
Build 1