Carregando ...
Visualização do Trabalho Acadêmico
Repositório Institucional - UECE
Título:
CADERNETA DE SAÚDE DA CRIANÇA: utilização na rede de atenção básica em Fortaleza

Autor(es):
RIBEIRO, VERA REGINA APOLIANO

Palavras Chaves:
Não informado

Ano de Publicação:
2014

Resumo:
A Caderneta de Saúde da Criança (CSC) é um valioso instrumento de vigilância e monitoração do crescimento e desenvolvimento infantil disponível para os cidadãos brasileiros por ocasião do nascimento. Apesar de sua importância, seu aproveitamento adequado não vem sendo contemplado, de acordo com estudos realizados no território nacional. A atual pesquisa teve como objetivo analisar a utilização da CSC, no primeiro ano de vida de crianças nascidas no período de 01 de janeiro de 2011 a 31 de julho de 2012, no município de Fortaleza. Foi criado um sistema de pontuação para atribuir notas de zero a dez às CSC de acordo com os seus índices de preenchimento. Considerou-se que as CSC com notas inferiores a 4.0, teriam notas insatisfatórias e as que tiveram notas superiores a 4.0, satisfatórias. Fatores sociodemográficos das mães e das crianças e fatores relacionados à trajetória de acompanhamento das crianças no primeiro ano de vida constituíram as variáveis preditoras estudadas. A análise bivariada foi realizada com o propósito de estabelecer a força da associação entre as variáveis independentes (fatores de exposição, variáveis de exposição) e a variável dependente (nota da caderneta da criança), calculando-se as Odds Ratio (OR) e seus respectivos intervalos de confiança (IC95%), utilizando-se o teste qui-quadrado (2). A seguir foi realizada a análise multivariada, cujo procedimento estatístico para ajuste dos efeitos de confusão foi regressão logística, tendo como critério para entrada no modelo as variáveis com significância inferior a 20% (p < 0,20) na análise bivariada. Aplicou-se o método Stepwise Forward Selection, permanecendo no modelo de regressão somente as variáveis que apresentaram p < 0,05. As notas das CSC variaram de zero a 8.7. Associação significativa foi encontrada com: idade da criança maior que 18 meses no momento da pesquisa (OR= 2,46), número de consultas de puericultura realizadas inferior a sete (OR= 3,87) e mães que nunca fizeram anotações nas CSC (OR= 2,6). Os resultados mostraram que a utilização da CSC no município de Fortaleza é bastante insatisfatória e medidas devem ser tomadas visando capacitação, sensibilização e compromisso de profissionais e pais, com o intuito de valorizar a CSC como ferramenta promotora de saúde infantil. Palavras chaves: Criança – Cartão de saúde; Saúde infantil; Crescimento e desenvolvimento infantil.

Abstract:
The Child Health Record (CHR) is a valuable instrument for monitoring of child growth and development available to Brazilian citizens on the occasion of the birth. Despite their importance, their use appropriate not been contemplated, according to studies carried out in national territory. The current study aimed to analyze the use of the CHR, in the first year of life of children born in the period of January 1, 2011 to July 31, 2012, in Fortaleza city. A scoring system was created for assigning zero to ten notes at CSC according to their fill rates. It was felt that the CHR with notes less than 4.0 have unsatisfactory and the notes they had grades in excess of 4.0, satisfactory. Social and demographic factors of mothers and children and factors related to trajectory tracking of children in the first year of life were predictive variables studied. The bivariate analysis was performed with the purpose of establishing the strength of the association between independent variables (explanatory factors, exposure variables) and the dependent variable (note the child's book), calculating the Odds Ratio (OR) and their respective confidence intervals (95%CI), using the Chi-square test (2). The following was performed multivariate analysis, whose statistical procedure for adjusting the effects of confusion was logistic regression, as a criterion for entry into the model variables with significance less than 20% (p<0,20) in bivariate analysis. Applied the method step wise is wardselection, remaining in the regression model only those variables that presented < p 0.05. The notes of the CHR have ranged from zero to 8.7.A significant association was found with: age of: child’s age greater than 18 months at the time of the study (OR = 2.46), number of childcare queries performed less than seven (OR= 3.87) and mothers who never made notes in the CHR (OR = 2.6). The results showed that the use of the CHR in Fortaleza city is quite unsatisfactory and taken measures, aiming at training, sensitization and commitment of professionals and parents are required to enhance the CHR as a tool promoting children's health. Key words: Child - Health Card; Child health; Child growth and development.

Tipo do Trabalho:
Dissertação

Referência:
RIBEIRO, VERA REGINA APOLIANO. CADERNETA DE SAÚDE DA CRIANÇA: utilização na rede de atenção básica em Fortaleza. 2014. 108 f. Dissertação (Mestrado Acadêmico ou Profissional em XX) – Universidade Estadual do Ceará, , 2014. Disponível em: Acesso em: 30 de março de 2020

Universidade Estadual do Ceará - UECE | Departamento de Informática - DI
Política de Privacidade e Segurança
Build 2