Carregando ...
Visualização do Trabalho Acadêmico
Repositório Institucional - UECE
Título:
MEMÓRIA, PATRIMÔNIO E SUJEITOS SOCIAIS NA CONSTRUÇÃO HISTÓRICA DO INSTITUTO DO MUSEU JAGUARIBANO (1965 – 1985).

Autor(es):
FARIAS, ALEX DA SILVA

Palavras Chaves:
Não informado

Ano de Publicação:
2015

Resumo:
A história da cidade de Aracati remonta ao período colonial, situada na foz do rio Jaguaribe, desenvolveu atividade portuária, mercantil, produtora e exportadora durante o período das charqueadas. Aracati guarda toda a atmosfera de uma época da história do Ceará, através do seu conjunto arquitetônico urbano e que refletiu o florescimento cultural pelo qual a cidade passou. O estudo da história da cidade serve de meio para analisar as relações entre as transformações urbanas e a criação de um museu fora dos grandes centros urbanos, pois as alterações no modo de vida e espaço urbano também demonstram a formação da cidade. É a partir de uma criteriosa releitura sobre o processo de patrimonialização dos bens histórico e cultural urbano local, na perspectiva do conjunto arquitetônico da cidade de Aracati, que levanto questões não apenas sobre como a representação da narrativa da história da cidade foi constituída, apropriada e reproduzida por sua instituição de preservação da memória local, esta criada por uma elite local, mas principalmente perceber perspectivas diferentes nas alterações das práticas culturais no cotidiano da cidade. Tais indagações ajudam a compreender a influência das ideias e do pensamento da instituição de memória local, através da memória dos sujeitos sociais, na construção ou produção de valores e práticas culturais em um determinado contexto de temporalidade da história local. Levanto um debate que aborda os campos de investigação orientados para aplicações teórico-metodológicas da memória coletiva e do patrimônio cultural. O objeto é a memória dos sujeitos durante a criação do Instituto do Museu Jaguaribano, este museu de e da cidade, nascido do interesse de uma aristocracia intelectual local, empenhada no enaltecimento da história da cidade e em preservar os bens históricos e culturais da região, que por um lado tanto produziu e determinou a representação da história da cidade, como alterou o modo de se agir e pensar o patrimônio histórico e cultural do e no município. A metodologia usada vai além da análise discursiva da narrativa da história local, estabelecendo um diálogo entre as fontes escritas, sobre a criação do Museu Jaguaribano no período de 1965 a 1985, data do recorte aqui proposto, e das fontes orais, através da perspectiva dos sujeitos sociais, fundadores, sócios, integrantes e excluídos da esfera cultural local.
Palavras-chave: Memória. Patrimônio. Sujeitos Sociais.

Abstract:
The history of the city of Aracati dates back to colonial times, situated at the mouth of the river Jaguaribe, developed port activity, commodity, producer and exporter during the period of charqueadas. Aracati keep the whole atmosphere of an era in the history of Ceará, through its urban architectural complex and reflected the cultural development for which the city has passed. The city's history of the study serves as a means to analyze the relationship between the urban transformations and the creation of a museum outside major urban centers, as changes in lifestyle and urban space also demonstrate the formation of the city. It is from a careful rereading of the patrimonialization of historical and cultural assets urban local process, in view of the architectural ensemble of the city of Aracati, which raise questions not only about how the narrative representation of the history of the city was incorporated, appropriate and reproduced in its preservation of the institution of local memory, this created by a local elite, more especially perceive different perspectives on changes in cultural practices in the city everyday. Such questions help to understand the influence of the ideas and thinking of local memory institution, through the memory of social subjects, construction or production values and cultural practices in a context of temporality of local history. Raise a debate that addresses the research fields oriented theoretical and methodological applications of collective memory and cultural heritage. The object is the memory of the subjects during the creation of the Museum of the Institute Jaguaribano, this museum and city, born of the interest of a local intellectual aristocracy, committed in the city's history of enhancement and preserving the historical and cultural heritage of the region. On the one hand both produced and determined the representation of the city's history, as amended way of acting and thinking the historical and cultural heritage and the municipality. The methodology goes beyond the discursive analysis of the local history narrative, establishing a dialogue between the written sources on the establishment of Jaguaribano Museum from 1965 to 1985, date of the cut proposed here, and oral sources, from the perspective of social subjects, founders, partners, members and excluded from local cultural sphere.
Keywords: Memória. Patrimônio. Sujeitos Sociais

Tipo do Trabalho:
Dissertação

Referência:
FARIAS, ALEX DA SILVA. MEMÓRIA, PATRIMÔNIO E SUJEITOS SOCIAIS NA CONSTRUÇÃO HISTÓRICA DO INSTITUTO DO MUSEU JAGUARIBANO (1965 – 1985).. 2015. 100 f. Dissertação (Mestrado Acadêmico ou Profissional em 2015) - Universidade Estadual do Ceará, , 2015. Disponível em: Acesso em: 21 de janeiro de 2021

Universidade Estadual do Ceará - UECE | Departamento de Tecnologia da Informação e Comunicação - DETIC
Política de Privacidade e Segurança
Build 2