Carregando ...
Visualização do Trabalho Acadêmico
Repositório Institucional - UECE
Título:
O Selenio e a Glandula Tireoide: Um Estudo em Pacientes Portadores de Disfuncoes Tireoidianas nos Es

Autor(es):
Maia, Carla Soraya Costa

Palavras Chaves:
Não informado

Ano de Publicação:
2008

Resumo:
RESUMOMAIA, Carla Soraya Costa. O selênio e a glândula tireóide: um estudo em pacientes portadores de disfunções tireoidianas nos estados de Ceará e São Paulo. Orientadora: Silvia Maria Franciscato Cozzolino São Paulo: 2008. [Tese de Doutorado - Faculdade de Ciências Farmacêuticas da USP].Introdução: O Selênio é um mineral fundamental para o homem, participa dos mecanismos antioxidantes, influencia o sistema imune e participa ativamente da homeostase da glândula tireóideObjetivo: Avaliar o estado nutricional relativo ao selênio de pacientes adultos portadores de hipotireoidismo e hipertireoidismo em atendimento ambulatorial no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo e no Hospital Universitário Walter Cantídio da Universidade Federal do Ceará.Metodologia: Foram avaliados quatro grupos de pacientes com doença de Graves (Graves), Bócio Multinodular Tóxico (BMNT), Hipotireoidismo pós-tireoidectomia (Hipotireoidismo) e tireoidite de Hashimoto (Hashimoto) em dois estados, São Paulo e Ceará e paralelamente dois grupos controle (São Paulo e Ceará). Foram realizadas caracterização antropométrica e clínica. O Se foi analisado no plasma e eritrócitos. foi medida a atividade da GSH-Px, iodúria, MDA plasmático e dosagens de hormônios tireoidianos e Anti-TPO. O consumo alimentar foi estimado utilizando-se a técnica de recordatório 24 horas.Resultados: Houve predomínio do sexo feminino em todos os grupos (70-90%): os acientes e controles apresentaram sobrepeso. O TSF) estava aumentado no grupo ashimoto do Ceará (116 ± 63,68pU/mL) e o Anti-TPO no grupo Graves de SãoPaulo (1277,71 ± 1077,99U/mL). A maior concentração de Se no plasma foi ncontrada no grupo BMNT de São Paulo (154,09u/L) e nos eritrócitos no grupo MNT do Ceará (147,68u/L). Os indivíduos do Ceará apresentaram maior consumo limentar de iodo.onclusões: Nosso estudo demonstrou que os pacientes do Ceará apresentaram elhor estado nutricional relativo ao selênio que os pacientes de São Paulo. Os rupos de São Paulo apresentaram deficiência leve em relação ao selênio. O onsumo aumentado de selênio (Ceará) parece reduzir as concentrações de Anti-PO e desta forma poderia ser um fator positivo para a redução da gravidade das enças autoimunes da glândula tireóide.escritores selênio. estado nutricional, tireóide

Abstract:
Não informado

Tipo do Trabalho:
TCC

Referência:
Maia, Carla Soraya Costa. O Selenio e a Glandula Tireoide: Um Estudo em Pacientes Portadores de Disfuncoes Tireoidianas nos Es. 2008. Sem Numeração Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em 2008) – Universidade Estadual do Ceará, , 2008. Disponível em: Acesso em: 18 de maio de 2021

Universidade Estadual do Ceará - UECE | Departamento de Tecnologia da Informação e Comunicação - DETIC
Política de Privacidade e Segurança
Build 2